cadeia de suprimentos

O planejamento da cadeia de suprimentos é o processo de planejamento de um produto, desde as matérias primas até o consumidor. Ele coordena os ativos para otimizar a entrega ponta a ponta de bens, serviços e informações do fornecedor ao cliente, equilibrando oferta e demanda para atingir os objetivos financeiros e de serviço da empresa.

Quando uma empresa carece de um amplo planejamento da cadeia de suprimentos, suas operações sofrem com a falta de previsão e cobertura adequadas para os possíveis "e se" que podem ocorrer, expondo, portanto, a empresa à volatilidade da demanda e da oferta. Além disso, atualmente as empresas não podem mais se dar ao luxo de avançar com um planejamento lento e isolado. Os gerentes precisam colaborar de perto com os departamentos internos e parceiros ou fornecedores externos, e compartilhar informações rapidamente para comunicar e alinhar ações para otimizar os resultados.

Neste artigo, compartilhamos 5 princípios chave que as empresas devem considerar ao realizar o planejamento da cadeia de suprimentos.

1) Alcançar visibilidade em tempo real em todos os pontos da cadeia de abastecimento

O planejamento da cadeia de suprimentos envolve uma infinidade de partes interessadas, incluindo fornecedores, clientes, canais, distribuidores, fornecedores e departamentos internos. Em uma pesquisa recente da Oxford Economics, que entrevistou 1.000 executivos da cadeia de suprimentos, três quartos dos entrevistados reconheceram a importância da visibilidade das práticas de sustentabilidade de suas organizações e fornecedores, mas poucos têm visibilidade total sobre quaisquer deles.

Com os dados e ferramentas certos, como soluções de análise da cadeia de suprimentos, as empresas podem utilizar dados em tempo real de todos os pontos da cadeia de suprimentos, permitindo que você planeje com mais precisão e certeza. A pandemia de 2020 mostrou como os cenários globais e de negócios podem mudar rapidamente, e são as empresas, que conseguem captar com mais clareza a visibilidade sobre sua cadeia de suprimentos, que terão os tempos de reação mais rápidos a uma crise.

2) Integrar o planejamento de demanda e o fornecimento

A COVID-19 é um exemplo de como impactos gêmeos sobre a cadeia de suprimentos podem ocorrer de uma só vez e causar uma interrupção complexa nela. Em 2020, a pandemia afetou severamente a atividade econômica global e levou a choques de oferta e demanda na cadeia de abastecimento global, com o fechamento de fábricas e a redução drástica dos gastos dos consumidores globais.

Isso trouxe à tona o ponto de que as empresas precisam se concentrar igualmente nos processos que envolvem clientes e fornecedores. Quando o planejamento de demanda e fornecimento são integrados, as flutuações nos planos de demanda podem mostrar impactos posteriores em tempo real sobre os planos de fornecimento, permitindo que os gerentes respondam com eficácia.

Como tal, as empresas exigem uma solução ponta a ponta que permita uma estratégia unificada para lidar com tendências, mudanças rápidas no gosto dos consumidores e sinais voláteis de demanda/oferta. Ao considerar a oferta e a demanda, os trade-offs são mais visíveis − possibilitando uma melhor tomada de decisão com uma visão holística da dinâmica do negócio.

3) Adotar soluções de automação relevantes

Tecnologias emergentes como blockchain, inteligência artificial, aprendizado de máquina e robótica estão gerando muita atenção na indústria da cadeia de suprimentos. Quando essas tecnologias forem aproveitadas de forma eficaz, elas poderão trazer enormes benefícios para a cadeia de suprimentos de sua empresa.

Por exemplo, os Robôs Móveis Autônomos (Autonomous Mobile Robots, ou AMRs) poderão fornecer operações altamente eficientes e confiáveis, ao mesmo tempo em que eles auxiliam as empresas a responder com flexibilidade à demanda flutuante e ajustar a capacidade de produção.

A digitalização de armazéns abre a janela para algoritmos de IA e uma série de aplicativos, desde processos de automação até rastreamento de localização em tempo real de SKUs. Ao automatizar e acelerar os processos de armazéns, a precisão também é aprimorada e os trabalhadores poderão realizar operações de rotina com mais rapidez do que nunca.

4) Buscar uma estratégia colaborativa para clientes e fornecedores chave

As empresas mais bem sucedidas costumam ter uma comunicação superior com sua rede de fornecedores, distribuidores e funcionários. Quando os negócios priorizam a transparência e a colaboração no planejamento da cadeia de suprimentos, eles têm acesso mais rápido a previsões, relatórios, cotações, status e muitos outros planos que são essenciais para a cadeia de suprimentos. Uma estratégia colaborativa também é eficaz para ganhar a adesão de fornecedores e distribuidores, permitindo que as empresas mantenham relacionamentos sólidos com seus parceiros.

5) Aplicar os princípios lean e melhoria contínua

Estabelecer um plano lógico e conectado da cadeia de suprimentos é apenas a primeira etapa do processo. As empresas devem trabalhar continuamente para otimizar os processos, melhorar o relacionamento com os fornecedores e satisfazer as necessidades dos clientes. Elas devem aprender constantemente com seus dados e fazer experiências com relacionamentos e correlações de dados.

Por exemplo, ferramentas conceituais como Just in Time (JIT) garantem que todos os esforços sejam direcionados a fornecer apenas os bens e serviços exigidos pelos clientes, quando eles desejarem e na quantidade exata que desejarem. Outra ferramenta conceitual, Kaizen (melhoria contínua), é um processo contínuo de busca de melhorias em todas as áreas do processo. Essa filosofia poderá ser adotada em todos os níveis da empresa e aplicada a qualquer tarefa. Encontrar maneiras de fazer as coisas com mais eficiência, precisão e eficácia minimiza o desperdício e agrega valor ao planejamento da cadeia de suprimentos.

Esses são apenas cinco princípios que as empresas poderão adotar ao embarcar no processo de planejamento de sua cadeia de suprimentos. Com um planejamento eficaz da cadeia de suprimentos, as empresas poderão se tornar mais bem preparadas para enfrentar obstáculos e circunstâncias imprevistas em suas cadeias de suprimentos e elevar sua vantagem competitiva geral no setor.

A GTP Automation é representante exclusiva da Geek+ no Brasil. Clique aqui para conhecer as nossas soluções de robôs inteligentes.

Fonte: Geek+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *